APLIC Oficina da Palavra | Gabriel da Silva Doreste Badajoz

Blog

Gabriel da Silva Doreste Badajoz

  |   Textos

Propaganda infantil e a ética

A aprovação de uma resolução que diz serem abusivas propagandas voltadas ao público infantil tem inflamado discussões sobre este assunto tão polêmico.

Hoje em dia, crianças choram nos mercados porque querem comprar o produto com o personagem na embalagem. O Conselho Nacional de Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda)  defende que é antiética a atitude de tentar induzir crianças ao consumismo através de trilhas sonoras, personagens e/ou artigos colecionáveis com apelo a crianças.

Do outro lado, os comerciantes e os anunciantes defendem que o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) já serviria ao propósito da fiscalização para evitar abusos. Além disso, sabermos que é necessário preparar as crianças para quando forem adultos e precisarem processar se os produtos valem mesmo a pena através da propaganda.

Mesmo sabendo que as pessoas deveriam ser familiarizadas com propagandas desde o início de suas vidas, talvez a única forma de reconciliar os dois lados dessa disputa seja passar a criar as propagandas de produtos infantis voltadas aos pais.