APLIC Oficina da Palavra | Alexandre Saavedra de Paula

Blog

Alexandre Saavedra de Paula

  |   Textos

Mal inevitável

Vivemos, hoje, em um mundo regido pelo sistema econômico denominado capitalismo. Em conformidade com a ideologia do sociólogo Karl Marx a sociedade apresenta-se dividida em classes e controlada por quem possui os meios de produção. À vista disso, a partir da opressão e baixa valorização exercida pelos controladores a sociedade torna-se refém. Assim é gerada a desigualdade social. Atualmente, presente em todo o planeta, em diferentes níveis.

Em países de terceiro mundo como a Venezuela, Índia e o Brasil a desigualdade social e exposta em índices alarmantes. No Brasil foi estimado, tendo como base uma pesquisa realizada pelo Instituto de pesquisa Econômica Aplicada – IPEA , que 101 mil brasileiros são moradores de rua. Enquanto isso, o município do Rio de janeiro, até pouco tempo, abrigava um dos metros quadrados mais caros do mundo – no Leblon.

A inexistência da desigualdade social é um sonho inalcançável. Contudo, países como a Suécia e a Finlândia apresentam um formato econômico que, tendo como foco a organização e o comprometimento da população e do governo, os permite viver com índices de desigualdade social “saudável”. Nessas nações os “menos favorecidos” não se veem muito distantes dos considerados “ricos”.

A chave Para a diminuição do abismo social existente nos países de terceiro mundo é espelhar-se em países que venceram os patamares alarmantes de desigualdade. É de suma importância, portanto, investimentos governamentais em politicas públicas direcionadas para a educação pública de qualidade, que vise propiciar oportunidades a todos. Paralelo a isso, a mobilização da sociedade e o entendimento da relevância primordial deste investimento.